Trabalho Remoto e Híbrido

Dicas para melhorar o Home Office da sua empresa

A pandemia revolucionou, como você bem sabe, o cenário das empresas brasileiras e mediante as medidas de prevenção contra o contágio pelo novo coronavírus, o modelo de trabalho Home Office, caracterizado pelo exercício das tarefas diárias fora das dependências da organização, chamou atenção e tem se posicionado como um verdadeiro destaque competitivo.

Esse tipo de trabalho, também conhecido como teletrabalho, foi oficialmente regulamentado pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) no ano de 2017, porém recebeu alguns adendos e características, com o início da pandemia. Ao contrário do que muitos acreditam, porém, o Home Office já era aplicado por centenas de empresas brasileiras, e milhares de estrangeiras, há décadas. 

A modalidade de trabalho “Home Office” apresenta, como principal benefício para a organização, a diminuição e até eliminação dos custos operacionais, bem como maior flexibilidade e qualidade de vida para os colaboradores. Este modelo de trabalho está sendo cotado pelos candidatos, inclusive, como um grande diferencial competitivo. 

Veja a seguir dicas para melhorar o Home Office da sua empresa e as principais regulamentações desta nova modalidade de trabalho.

Home Office: o que é?

O Home Office ou “escritório em casa” é popularmente conhecido como trabalho remoto, trabalho à distância ou, até mesmo, teletrabalho, e é um modelo de trabalho flexível.

Esta modalidade de trabalho, basicamente, permite que o colaborador desempenhe suas atividades de qualquer lugar do mundo, desde que disponha de ferramentas como, por exemplo, um telefone, computador e conexão à internet. 

A prática, que tem ganhado cada dia mais adeptos, já era popular nos Estados Unidos há décadas e tornou-se um marco no Brasil, a partir da imposição governamental de isolamento social. 

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades, inclusive, revelou que 45% das empresas brasileiras já possuem colaboradores trabalhando em “Home Office” e que outras 15% estão avaliando a implementação da modalidade para todos os seus setores administrativos. 

Os impactos do Home Office para sua empresa

O Home Office se tornou uma tendência mundial. Aparecendo como um modelo de trabalho que oferece não só maior autonomia e flexibilidade, mas que também permite mais tranquilidade e qualidade de vida para os colaboradores, essa jornada tende a fazer parte do “novo normal” pós-pandemia.

O modelo de trabalho Home Office, conhecido também como trabalho remoto, mostrou-se bastante positivo para as organizações brasileiras. Afinal, além de ter quebrado barreiras geográficas, o Home Office também atestou que, em casa, os colaboradores ficam mais concentrados e tendem a utilizar o tempo que seria gasto com o deslocamento, em atividades relacionadas ao trabalho. 

O uso de plataformas de videoconferência também tornou as reuniões mais objetivas. O Home Office também provou que, atuar a distância, tem estimulado, inclusive, que os colaboradores sejam mais independentes, disciplinados e auto gerenciados.

Dicas para melhorar o Home Office da sua empresa

Uma vez implementado, é imprescindível que o time de recursos humanos da companhia utilize de diferentes recursos para torná-lo o mais produtivo possível para gestores e colaboradores. Veja, a seguir, as melhores dicas para o Home Office da sua empresa:

  • Estabeleça uma boa comunicação com seus colaboradores

O principal fator que precisa ser trabalhado para estabelecer uma boa administração do Home Office, é estabelecer a comunicação diária com os seus colaboradores. Afinal, mesmo à distância, a organização não pode, de maneira nenhuma, aceitar que a comunicação de rotina com os colaboradores seja escassa.

Assim, para garantir a eficiência e o engajamento do time, é importante estabelecer uma comunicação diária por meio da troca de e-mails, mensagens, conversas por WhatsApp e chamadas de vídeo. Ao aderir o home office,  procure deixar bem claro, também, para as equipes de todos os setores, quais serão os meios de comunicação a serem utilizados por toda a organização.

A importância de combinar disponibilidades e horários de trabalho também vai significar muito para este modelo de trabalho.

  • Considere as jornadas em horários simultâneos

O Home Office impõe uma rotina bem diferente da encontrada nos escritórios físicos da companhia, pois, para muitos, torna-se um desafio conciliar as tarefas pessoais e profissionais, estando no conforto de sua casa.  

Assim como há pessoas que têm dificuldade em acordar cedo, e isso pode ser reforçado ainda mais com o Home Office, existem aquelas que passam do horário, às vezes por falta de gestão da jornada, e acabam trabalhando mais do que deveria.

Estabelecer horários para entrada, saída, almoço e intervalos, dentro do horário comercial, pode, portanto, evitar certas divergências, além de favorecer a produtividade. 

Fazer reuniões também é muito importante, pois elas servem não só para manter o acompanhamento técnico e produtivo dos colaboradores, mas também para avaliar questões como, por exemplo, a saúde física e mental destes. O ideal é criar um calendário de reuniões, com antecedência, já com horários pré-definidos, de modo que todos possam se planejar para participar.

  • Use ferramentas que permitam acompanhar a jornada dos colaboradores

Para colocar em prática todas essas dicas e realizar uma administração eficaz do Home Office, o uso da tecnologia é crucial. Afinal, sem ferramentas adequadas para a realização do trabalho, de forma geral, a gestão pode ficar comprometida.

Existem diversas ferramentas gratuitas disponíveis para o uso no ambiente de trabalho remoto como, por exemplo, o Trello, ferramenta de gestão de tarefas, o Slack, ferramenta de comunicação interna, o Zoom, recurso para a realização de vídeos-chamada e, inclusive, o Escala; recurso digital que pode, até mesmo, organizar as escalas e jornadas de trabalho, mesmo à distância.

  • Implemente o controle de ponto digital

O controle de ponto digital é imprescindível para controlar a jornada de trabalho dos colaboradores de forma remota, pois, por meio dele, o colaborador não precisa, necessariamente, estar no ambiente físico da empresa para bater ponto. 

Com um aplicativo de controle de ponto, o registro de entrada e saída pode ser feito pelo computador, tablete e, inclusive, pelo celular.

Embora, segundo a legislação, os colaboradores em Home Office não sejam obrigados a registrar ponto, o processo é importante para garantir o controle e a execução de tarefas e atividades, dependendo do modelo de negócio da organização. 

A plataforma de gestão de escalas para tornar o “back to work” mais seguro

Cada vez mais, a dependência de escritórios físicos diminui, enquanto se intensificam as relações pelas mídias e ferramentas de comunicação digitais, tais como Google Meet e Whatsapp.

O que acontece, com o Home Office em alta e até mesmo previsto na Reforma Trabalhista, é uma reconfiguração dos escritórios corporativos. 

Agora que você já conhece as principais dicas para melhorar o Home Office da sua empresa, é hora de conhecer a solução de “back to work” desenvolvida pelo Escala App. 

A solução, criada para garantir a rotatividade e o rodízio dos colaboradores nos setores físicos da empresa, permite a criação de escalas de trabalho eficientes para um retorno gradual às instalações físicas por meio de uma interface web.

Ficou curioso e gostaria de conhecer a plataforma? Conheça o Escala Espaços.

 

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *